Portugal's Belt & Road Think Tank

Logo_Pt

Bandeira_Chi

Notícias e Informações


3rd Belt and Road Forum for International Cooperation + Entrevista à Presidente Fernanda Ilhéu


Estimados(as) Amigos(as),

Como é do vosso conhecimento decorreu, entre os dias 17 e 18 de outubro, o 3º Fórum Faixa e Rota para a Cooperação Internacional, no qual o Senhor Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres reiterou que:


"sem apoio ao desenvolvimento muitos países em desenvolvimento serão privados das infraestruturas de que precisam desesperadamente"

"E ainda biliões no mundo em desenvolvimento têm falta de acesso a sistemas básicos de saúde, água e esgotos, eletricidade, conetividade, educação, transportes, portos, comboios, pontes, barragens, estradas…" e “por isso o encontro de hoje e a Faixa e Rota são tão importantes."

"Temos de encontrar e financiar caminhos para gerar caminhos para o crescimento económico, criar trabalhos decentes, transformar sistemas de energia e avançar com soluções sustentáveis para o século XXI"

"Agora a Faixa e Rota demonstra que temos uma oportunidade histórica de construir modernas cidades verdes, comunidades e transportes e sistemas de energia que colocam a resiliência e sustentabilidade no coração" onde a sua importância é inalienável nos últimos 10 anos e “incluiu aproximadamente US$ 1 trilião em mais de 3000 projetos à volta do mundo".



Por outro, o Senhor Presidente da República Popular da China, Xi Jinping declarou no seu discurso que:


"A Iniciativa Faixa e Rota estendeu-se do continente euro-asiático à África e à América Latina. Mais de 150 países e mais de 30 organizações internacionais assinaram documentos de cooperação com a Iniciativa Faixa e Rota. Já realizamos duas sessões do BRF e estabelecemos mais de 20 plataformas especializadas de cooperação multilateral no âmbito da BRI."

"Ao longo destes 10 anos, temo-nos esforçado para construir uma rede global de conectividade composta por corredores económicos, rotas de transporte internacional e autoestradas da informação, bem como ferrovias, estradas, aeroportos, portos, oleodutos e redes elétricas. Cobrindo a terra, o oceano, o céu e a Internet, esta rede impulsionou o fluxo de bens, capitais, tecnologias e recursos humanos entre os países envolvidos e injectou uma nova vitalidade na milenar Rota da Seda."



A Presidente da Direção da ANRS, Doutora Fernanda Ilhéu esteve presente neste evento e foi entrevista pelo Diário do Povo Online, onde realçou o avanço positivo das relações sino-portuguesas no âmbito da Iniciativa Faixa e Rota:


"Começando por fazer um balanço positivo da sua participação no evento, Fernanda Ilhéu afirmou que a iniciativa chinesa permite obter uma "imagem mais global" dos acontecimentos a ter lugar no atualmente e expressou o desejo de que a iniciativa mantenha "uma estratégia de desenvolvimento sustentável" que crie "confiança nos diversos países para continuarem a trabalhar em conjunto"."

"No setor do "ensino da língua portuguesa, existem cerca de 60 universidades na China com estudos de português, existe uma boa colaboração a nível das trocas culturais. Também ao nível do turismo começamos agora a ver outra vez o turismo chinês a chegar a Portugal. Os investimentos da China em Portugal têm sucesso, portanto, estou a falar da participação de empresas chinesas no capital de empresas portuguesas"."



Anexamos os discursos do Senhor Secretário-Geral da ONU e do Presidente Xi Jingping para vossa leitura e consideração.

Discurso Senhor Secretário-Geral das Nações Unidas

Discurso Senhor Presidente da República Popular da China

A entrevista à Presidente da Direção, Doutora Fernanda Ilhéu, pode ser lida aqui.